Revisão de férias

Revisão de férias

Revisão de férias

O que é uma revisão de férias?

Nos períodos de férias, é muito comum encontrarmos carros parados no acostamento com o capô aberto, o pneu furado e o motorista ao telefone, chamando o socorro ante o olhar desolado dos passageiros.

Para não sermos os próximos a perdermos um tempo precioso das férias parados na estrada, é preciso fazer a checagem, ou melhor, a manutenção preventiva dos sistemas do carro, antes de pegar a estrada. A esse procedimento damos o nome de revisão de férias.

Por que a revisão de férias é importante?

Como diz o ditado: “é melhor prevenir do que remediar”. De fato, checar previamente o que precisa de troca ou manutenção é mais barato e mais seguro. Nada substitui a sensação de tranquilidade que experimentamos quando vamos pegar a estrada e sabemos que tudo está em ordem com o carro.

Segurança

Existem alguns sistemas no carro, como o freio e a suspensão, que são conferidos na revisão de férias. Como se sabe, é fundamental que esses conjuntos estejam em perfeitas condições de funcionamento para fazer uma viagem segura e sem imprevistos.

O freio é importante para parar o carro e diminuir, gradual ou bruscamente, a velocidade do veículo — afinal, dirigir em estradas implica em estar preparado para toda sorte de imprevistos. Um sistema de freios confiável envolve condições perfeitas de funcionamento de seus subsistemas. Por exemplo, se o nível de fluido de freio estiver demasiadamente baixo, a força aplicada nos pedais não será suficiente para fazer o carro parar no tempo correto.

Da mesma forma, o conjunto de suspensão deve trabalhar de maneira a equilibrar o carro, mantendo as 4 rodas no chão. Se falhar por falta de manutenção, o passeio poderá se tornar um pesadelo.

Outros sistemas também são responsáveis pela segurança do carro. Portanto, fazer a manutenção preventiva antes da viagem de férias vai proporcionar maior segurança em todo o trajeto.

Tranquilidade e conforto

Imagine você viajando pra uma serra e o freio do seu carro está com algum problema e por ventura falhar em algum momento. Que situação! Ou ainda, nesse mesmo passeio você percebe certos solavancos e os amortecedores chegando ao fim de curso, mesmo passando por irregularidades pouco severas.

O fato é: quem faz a revisão de férias confere todos esses sistemas antes de pegar estrada e, por esse motivo, sua tranquilidade e o conforto do seu carro não são afetados.

Quais as peças que precisam ser verificadas antes de viajar?

Um carro pode ter até 30.000 peças, dependendo do modelo e do tipo de fabricação. Então surge a pergunta: quais delas precisam ser verificadas? Bom, não existe uma resposta fácil, mas se tirarmos os elementos de fixação e outros que não temos o hábito de conferir, como assoalho e acessórios internos, ainda no restam umas 15.000 peças.

Ok, impraticável verificar tudo isso, certo? Certíssimo. Em vez de checar item por item, vamos utilizar uma ferramenta da engenharia de qualidade, chamada lei de Pareto, muito útil para diversas situações. Basicamente a lei de Pareto diz que “80% das consequências advêm de 20% das causas”.

Em outras palavras: a maioria dos problemas que encontramos em um carro vem de uma minoria de sistemas. Então, para facilitar a sua vida na hora de fazer a revisão, separamos os principais “vilões” que merecem a sua atenção antes de sair de férias. Checando-os você elimina a maioria dos contratempos que podem surgir na viagem.

Freios

Para entender sua importância e porque eles merecem sua atenção na hora de fazer a revisão de férias, vamos primeiro entender seu funcionamento. A maioria dos freios trabalham com o mesmo princípio, indiferentemente se há o auxílio de um sistema eletrônico, como o ABS.

O que acontece é que a força aplicada no pedal é transmitida ao servo freio através de uma alavanca ou acionador eletrônico, por sua vez, o servo amplifica e entrega a força ao cilindro mestre. Se o freio for a tambor, o fluido hidráulico será enviado ao cilindro de roda, que acionará um par de pistões conectados às sapatas de freio que serão forçadas contra a parede interna do tambor. Se o freio for a disco, o fluído será enviado aos pistões, que forçarão as pastilhas contra os discos de freio, gerando muito atrito para reduzir a velocidade.

Sabendo disso, é possível ter noção da importância da manutenção preventiva nesse sistema. Qualquer falha aqui pode provocar um acidente. Assim, antes de viajar, passe aqui na SIP e certifique-se de que o nível de óleo de freio está normal e verifique também a situação das mangueiras. Se estiverem ressecadas ou com vazamentos, considere substituí-las.

Quanto às pastilhas de freio, você só terá noção da situação na hora em que as retirar. Se as condições da estrada por onde trafega forem severas, use o bom senso e as substitua antes do período de revisão programada.

Pneus

Se você é daqueles que pensa que o pneu serve apenas para dar aderência entre o carro e o solo, reconsidere. É verdade que essa é a principal função desse componente e o carro faz curvas melhores quando eles estão em perfeitas condições.

No entanto, os pneus também fazem parte do sistema de amortecimento do carro. Quando os engenheiros fizeram a suspensão do carro, mais rígida (esportiva) ou absorvendo mais impactos (veículos de passeio), eles consideraram em seus cálculos a influência dos pneus.

Portanto, antes de pegar a estrada, algumas medidas devem ser tomadas em relação aos pneus, de modo que se garanta uma viagem mais segura. Faremos o seguinte:

  • Avaliaremos os pneus do seu carro e veremos se eles têm condições de serem utilizados. Procuraremos por marcas irregulares em toda a banda de rodagem e procuraremos também pelos TWI, que são indicadores de desgaste. Quando são pressionados contra o meio-fio, alguns pneus costumam desenvolver “bolhas” na lateral. Se esse for o caso, eles também devem ser substituídos.
  • Checaremos a calibragem dos seus pneus. Uma calibragem correta previne desgastes prematuros e desperdício de combustível.

Suspensão

A suspensão é responsável por garantir o conforto aos ocupantes e estabilidade do veículo em manobras e frenagens.
Esse importante sistema consiste de:
• pneus;
• amortecedor;
• mola;
• braço oscilante;
• pivô;
• barra estabilizadora.
O primeiro passo para conservar o sistema de suspensão é manter o seu carro sempre alinhado. No alinhamento as rodas devem ser inspecionadas, pois não é possível realizar um bom alinhamento se houver folgas.
Falhas no sistema de suspensão podem causar descontrole na condução do carro, movimento excessivos ao passar em lombadas, rangidos ou pancadas secas na carroceria, aumento na distância de frenagem e desgaste prematuro dos pneus.
A manutenção preventiva da suspensão é muito importante, pois é esse sistema que permite total controle sobre o carro e trafegar com conforto e segurança.

Conclusão

Para poder desfrutar de férias tranquilas, sem “pepinos” no carro e sem ter que parar no caminho por conta de uma falha mecânica, a receita é bem simples: manutenção preventiva para tudo.

A revisão de férias é importante para você se divertir com a consciência leve e tranquila, pois ela gera segurança e aumenta a vida útil do carro e de seus componentes, a partir da conservação e da integridade dos sistemas e subsistemas.

Portanto, fazer a checagem de cada item pode ser a diferença entre muita diversão nas férias ou ficar parado no acostamento à espera de socorro. Sendo assim, dê uma passadinha aqui na nossa loja. Depois disso, é só relaxar e boas férias! 🙂

Clique aqui para agendarmos uma Revisão

 

 

Escreva um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

WhatsApp chat

Enter your keyword